terça-feira, 13 de abril de 2010

Como o amor é bobo! *Recuperado*

Antes eu queria, sinceramente que todas essas cartas, flores, bombons e chocolates partissem do seu endereço! Que essas SMSs que recebo no celular de minuto em minuto, partissem do seu número... e que você fosse tão louco por mim a ponto de me seguir o dia todo, de ir me buscar na faculdade ou no trabalho de baixo de chuva! Queria que você me amasse tanto, mas tanto, que toda vez que passasse na sua cabeça a possibilidade de me perder, você chorasse um tietê de lágrimas, mas ao mesmo tempo desse tanto valor, que enquanto estivesse comigo, você esquecesse do mundo! Queria tanto, mas tanto que na boa? Já nem quero mais! Prefiro que você se exploda mesmo!


Texto do dia 18 de fevereiro de 2006!
Um achado no meio das minhas agendas velhas!

2 comentários:

  1. Excelente texto... gostei dos "sonhos" rsrs

    ResponderExcluir
  2. Tapada versão 1.0! =] .... outro bom desabafo, beijos

    ResponderExcluir