sábado, 25 de dezembro de 2010

Por fim

O natal esse ano veio com cheiro de morango de Melissa nova... Com uma nova ansia e impulso de viver, esse natal e o ano novo vieram graças a Deus cheio de gás de novos propósitos e de caras novas! Sabores e lugares novos! Mas nao va pensando que quero tudo novo nao! Quero somar somar e somar! Ainda quero a cia das pessoas q me acompanham desde sempre, dos q conheci nos ultimos anos e os q vieram p minha vida esse ano que esta se indo! Este provavelmente eh meu ultimo post de 2010 desejo td de bom p todo mundo e espero q vcs iniciem as coisas p proximo ano no mesmo animo que esta aqui explodindo em mim! Beijocas... Desculpem o ultimo e breve post essas palavras nao acentuadas! Ano q vem tem mais!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Maçã do Amor

Ontem eu fui tomar açaí depois da faculdade, e tinha um tiozinho vendendo maça do amor, ambas as coisas não combinam nada comigo, detesto maçã e amor bom... Amor é o assunto da historia. Maçã é uma fruta, e amor? Seria só o caramelo envolta da maçã? Só pra deixar ela volumosa e vermelha? Caramelo? Pera lá... Aquilo lá é açúcar queimado! Então é isso, amor é açúcar queimado envolta de uma frutinha bem da sem graça e deve custar em torno de 2 reais e cinquenta centavos. Além de ser uma propaganda enganosa, é doce, tão doce que definitivamente não dá pra comer uma inteira, alias se você comer uma inteira você só vai sentir falta do gosto depois de uns três anos depois de sentir tanta sede e matar 500 litros de água. Tipo... você procura o amor da sua vida? Pega esse pacote de açúca e vai queimar lá no fogão, e torça muito pra isso não te dar uma bela dor de barriga! Se poupe. Me poupe. É puro açúcar, é puro marketing, é pura dopamina, e depois só resta a maçã murcha e a garganta seca.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Atualização rápida

Andei bem sem tempo para atualizar, por isso peguei um iPhone e prometo atualizar mais besteirinhas em tempo real out home!!!!! A catatonica pique moderninha! beijooo

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Efeito Doppler? O caralho! - ( Ou historinha de ex-defunto cu é rola)

Ficar solteiro depois de anos de namoro é dose né? Não deveria! Principalmente quando o morto-vivo te fez de gato e sapato! Fato é que historinha de ex não me afeta mais... Esses dias mesmo vieram me dizer que o ex-defunto tá com uma nova descartável no ar! É? Poxa, meus pêsames, e muita paciência minha amiga, porque HAJA saco! O informante veio me questionar: - poxa, mas será que ele te traia? Ou já tinha a talzinha enrolada no bolso pra mais tarde? Quer saber minha resposta? Ele é homem, e homem é tudo igual espero não ter sido chifruda, se fui, aqui se faz aqui se paga, agora quanto deixar no bolso a próxima da fila, não posso fazer nada se a talzinha gosta de servir de bengala. No mais, sem cogitações monstruosas, ele pode estar testando os meus brios, porque entre uma e outra escapada é a minha campainha que acaba sendo tocada, e a minha vida que acaba sendo a pauta dos alheios. Difícil não é estar solteira, é ter que ficar afundando a bunda no sofá porque o morto-vivo não tem vontade de sair de casa, além do mais, national geographic é muito chato, principalmente quando o sol tá brilhando lá fora, te chamando pra um puta role e um sorvete! Difícil não é estar sem o defunto que você achava que era o homem da sua vida, porque na verdade você descobre que você não precisa necessariamente de um homem na sua vida, e sim de um cachorro! Difícil não é ficar do lado do celular esperando sua boa vontade de me ligar, e sim de controlar todas as ligações que recebo durante o dia, a cada toque um ‘Alô’ diferente! Difícil não é achar que com 21 anos já fez tudo que devia, mesmo não devendo fazer, e sim ver que tem coisa PRA CARALHO pela frente, adubar bem o jardim (lê-se fazer merda), pra colher os frutos que quem fica na janela observando a agitação do meu entra e sai não colherá. Porque 28 anos é tempo mais que suficiente pra ter frutos pra dar, vender, colecionar... HAJA SACO!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Questões.

Antes eu me perguntava quando é que eu ia perder o medo de levantar cedo e ir trabalhar olhando pra frente, sem cabeça baixa, me perguntava quando eu ia parar de olhar no relógio às 7 da manhã, depois às 3 da tarde, e por ultimo às 11 da noite... E sabe se você realmente tomou os seus remédios. Me perguntava quando as sextas e os domingos iam parar de ser vazios por sentir sua falta. E se a banana que está na fruteira ainda não está 100% madura pra você poder consumir a quantidade certa de potássio! Sempre me perguntei como nós iriamos suportar o namoro a distancia por causa daquela viagem sua e de como você iria fazer pra se virar sozinho lá fora... Sempre me perguntei quando eu iria apagar da memoria quando você cantava Lenny Kravitz, e principalmente quando eu pararia de chorar toda vez que eu ouvisse... “So many tears I've cried, So much pain inside….But baby it ain't over 'till it's over”.Me perguntava friamente, quando é que eu vou acordar com outro homem na minha cama?
Hoje eu quase sempre saio atrasada pro trabalho, geralmente ouvindo musica, ou conversando com alguém no meu MSN, com aqueles óculos de sol vermelhos enoooooormes e lindos as 7 da manhã, e as 3 da tarde já estou quase saindo do trabalho e correndo pra academia, pra depois correr pra faculdade, e todas as sextas as 11 da noite já é final de semana e já tem baladas e bares pra percorrer nas noites, e aos domingos sempre tem amigas pra assistir filme, repassar as matérias da faculdade e dormir! Hoje quero mesmo que você tenha dinheiro pra ir pra aquela tal viagem, e se Deus quiser fazer umas 300 viagens a mais! Mesmo não conseguindo esquecer você e o tal do Lenny hoje eu me pergunto: quanto tempo eu perdi?

O que tem que dar certo, dá de primeira. Como a minha vida agora.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Textículo / Merchan / Novidades!

De príncipes encantados!

Nem deveria estar escrevendo isso aqui, mas tudo bem eu subo no banquinho, boto a corda no pescoço, cubro os olhos com uma venda preta e espero alguém chutar! Sem problemas! Ele é 9 anos mais velho que eu, tem no nariz mais másculo que um homem pode ter, e o sorriso mais largo e sincero que já vi ao longo desses 21 anos. Mas quando ele ler esse textículo, por ser tão sarrista vai dizer: “Pô você me chamou de narigudo! Mas foda-se é verdade mesmo”. E eu pela milésima vez vou explicar a minha teoria de que homem que tem nariz pequeno, tem cara de menina! Teoria essa que venho explicando há seis anos, e que ele insiste em não acreditar em mim. Ele praticamente me pegou pra criar. Ele me viu como metaleira from hell, estudante largada, patricinha de balada, de menina que não quer saber de nada. Ele me ensinou o ABC masculino, e me soltou no mundo pra eu quebrar a cara! E eu aproveitei todas as oportunidades disponíveis para ficar com a cara em mil pedaços e incrivelmente eu sempre voltei. Voltei pro mesmo colo pra chorar. Eu nunca pude dar muito da minha experiência de vida, afinal eu não tinha nenhuma! Mas dei o que tinha de mais sincero em uma menina ingênua de 16 anos, minha primeira grande paixão! Toda menina fala de príncipes encantados, e há muito, ele foi o meu! Hoje crescidinha descobri que Dostoievski diz que se mede um homem, pelo tamanho do seu sorriso, então to indo lá na papelaria comprar todas as réguas que estiverem no estoque, porque quero medir esse sorriso eternamente!



- Da semana!

Preciso fazer um momento merchan, como boa publicitária que um dia serei: Um mega amigo meu super foda está concorrendo ao premio TOP BLOG que já está no segundo turno entre os 30 melhores, além do mais não vai cair o dedo de ninguém de clicar aqui: http://lpmetalworld.blogspot.com/ e ir votar, certo? Aproveitem pra conhecer esse trampo também, de verdade sem rasgar seda, o cara escreve sobre musica já há 14 anos, é redator, critico, formador de opinião, é do tipo de pessoa que sempre tem algo a falar, e se ele fala já a tanto tempo cabe a nós a ouvir, vai por mim que é coisa boa galera!

A catatônica conta com vocês nessa!


- Novidades!
Entra no ar amanhã o mais novo bazar de trocas, vendas, rolos e derivados on line! A questão é que eu e Isabella cansamos de ficar com roupas paradas no guarda-roupas e montamos o http://bazardequasetudoumpouco.blogspot.com/ . São roupas que compramos e nunca usamos, coisas que usamos somente uma vez, coisas que ganhamos e nem sabemos pra quê serve! Amanhã já irá ao ar com tudo o que tem direito!



Bem é só!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Quê que tem? Eu amo emuladores!

E daí que no meu ipod tem Vivaldi e Bach misturados com Avenged Seven Fold, Black Sabbath, Beirut e Maria Gadú? Qual é o problema de conversar com os amigos o dia todo por SMS? Tá, qual é o problema de ser fã do pacote de doritos lovers do cinemark só porque vem com chedar na temperatura ideal? Alguém pode me explicar? O Quê que tem eu achar que quem quebra galho é macaco gordo? Quem sabe faz e ponto, não fica quebrando galho! Não vejo problema nenhum em ter alergia de perfumes e xampus... Qual é a neura de pintar as unhas da mão de azul bebê e as unhas do pé de rosinha claro? Tomar chá branco com lichia? Qual é a merda do problema, de ter 21 anos e já ter estudado e feito mil coisas diferentes de uma vez e me encontrar em cada uma delas? Qual o problema em ser eclético? Isso deixou meus 21 anos muito bem distribuídos! Qual é o problema de gostar de elipses e hipérboles? De jogar Mario, Sonyc, e Crash no Playstation? Ser menina e lutar jiu-jitsu? De fugir dos padrões de “mulher” e não ligar nem um pouco pro seu dinheirinho estocado no banco? Qual o problema de gostar da intensidade? Qual o problema de cantar bem alto que “talvez você não entenda, essa coisa de fazer o mundo acreditar, que meu amor não será passageiro, te amarei de janeiro a janeiro até o mundo acabar” sem ao menos estar apaixonada por alguém! Qual o problema de ser frágil e sensível enquanto assisto UFC na TV? Caralho eu amo UFC! Caralho? É eu falo isso com muita empolgação! Não sou do tipo que esconde palavrões nos cacófatos! Eu falo e ponto. Qual o problema de não ter o sonho de casar, e de planejar a vida em um apartamento colorido dividido com um Bulldog Frances que vai se chamar Théo? Qual é o problema? Eu nunca fui fã de igreja mesmo, e também não curto branco, branco pra mim é roupa de dentista! Quê que tem que eu acho cerveja uma bebida fedida? Já parou pra pensar quantas vezes você tapou o nariz pra tomar um remédio?  É então! E daí que eu uso camisa xadrez, não sei andar de salto, e gosto de sapatilhas com laços e estampas de bolinhas? Acho chic falar de estampas "petit poa" tudo bem que não passa de "bolinhas" em frances! Mas o quê que tem eu achar frances legal? Qual o problema de achar graça em Art nouveau, e querer tatuar no braço um quadro do Alphonse Mocha? É tão anormal assim? Se for, depois que eu tatuar, você pode me levar pro hospício porque eu vou feliz da vida!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Boas novas do final de semana!

Sexta-feira emendamos a faculdade em um restaurante japonês super-lindo, o Osaka lá no Embu...logo as tripas ficaram abarrotadas de temaki, sushis, sashimis, e derivados! O sábado todo animadinho eu e meu kit de sobre vivência: Cá, Bruno, e Gui, fomos lá pra R. Augusta... como de praxe, quando chega na Augusta é um por todos, e todas por uma, comemos no Tollocos e depois só Deus ficou sabendo do nosso caminho, porque nem nós sabíamos, o domingo foi o bode histórico, mas quando eu achei que estava tudo acabado, o celular toca e tivemos uma balada particular lá na consolação com muita cervejinha fedida, desenhos nas paredes e luzes vermelhas! Hahaha nem adoro isso tudo! Pela primeira vez na minha vida, a segunda-feira ficou com cara de domingo, e só tomou forma e proporção de segunda-feira depois que sai da casa do meu Tio e vi que precisava ir pra academia e assim então pra faculdade! Agora, uma breve nota de reclamação: "Ei CAIXA, vai toma no c*!" Nota de felicidade: Bistequinha da Tia, amo você demais! Orelhudinha!
Ilustrando o momento:

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Cultura inutil?

Eu achava que ser "A Catatônica" postar coisinhas bobas, semi-inuteis e textos "desabafantes" já era muito problema, mas navegando por ai, descobri isso: http://thxthxthx.com/. Pensei na hora, thx = Thank's? Aham é isso aí! A autora desse desvaneio é uma tal de Leah Dieterich, e ela publica notas de agradecimento. Lá tem obrigado para tudo; Desde banheiros sem espelho, até livros que ela nunca leu. Me sinto uma das pessoas mais normais agora, tirando estes sapatos verdes e pontudos nos meus pés!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Decoração pra quem curte!

Pra quem curte! Eu sou muito muito muito fã dessa parada toda de moda e decoração, acho que se minha aptidão por ver vantagem onde não tem fosse menor, eu largaria a publicidade pra fazer Arquitetura, Moda, e afins... Maaaaas como as vezes eu me sinto impossibilitada de fazer combinações eu prefiro continuar procurando vantagens no que não tem, e é exatamente por essa razão que vou até vídeos como esse! Achei muito interessante, e resolvi compartilhar!
video

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Ipê Amarelo


Do nada eu entrei na vida dele, e ele na minha com menos motivos ainda. Todas as coisas pra mim tinham uma proporção enorme, por mais que não tivessem importância pra ele, pra mim era tudo tão sagrado. Começou de baixo do Ipê amarelo, mas naquela primavera a tal da arvore que a Avó dele plantou não floriu, assim como a nossa historinha de amor. Apostei! Apostei todas as moedinhas que eu tinha, quebrei meu porquinho de porcelana, resgatei toda a minha coleção de moedas de cinquenta centavos, juntei com tudo o que eu tinha guardado no banco, e na minha bolsa, apostei minha família, e os nossos momentos íntimos, cobrei até os que me deviam, e apostei como um viciado em jogatina. E igualzinho ao viciado, eu sai sem nada nos bolsos, sem dinheiro até pra tomar o ônibus que me levaria pra casa! Não tenho vergonha de sentir saudade do cheiro dele, das piadas sem graça, dos filmes de maconheiro, dos papos cabeça e nem daquela pele macia e quente. E por mais que eu não tenha mais o porquê apostar, eu ainda sinto falta de por a comida no prato, de perguntar se anda tomando o remédio direito, se tem muito trabalho, se o chefe gay parou de atormentar a vida, de saber se está tudo certo com a família, de o ver brincando com a gata idosa e esperta, de pedir pra ele falar que me ama de cinco em cinco minutos enquanto rola um jogo de futebol, só porque estou de TPM, de dormir no braço bisnaguinha seven boys, de tomar banho com os “segredos da Victoria”, de vê-lo dando risada do meu jeito estranho de fazer xixi com os pés tortos, e de viajar pro nosso mundo ali do outro lado da rua. Todas essas coisas que não existem mais ainda são sagradas para mim, e acho que isso se chama abstinência e logo deve passar, se bem que hoje eu quando saí na rua, reparei que o velho Ipê amarelo estava começando a florir, enquanto todos os outros já estavam totalmente floridos pra que eu os observasse. O problema não é o vicio de apostar, e sim de apostar em algo sem retorno.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Gerúndios.

Eu ainda estou meio “metade” e sou macho o suficiente pra admitir que ouço Adriana Calcanhoto... E to com muita raiva daquele Baiano, ai cooooooomo eu to com raaaaaaiva daquele Baiano! Ele disse, jurou de pé junto que você só ia embora quando eu não te quisesse mais, mas eu ainda te quero... Ai que nervoso, ele disse tanto que você me amava, ele e você disseram. Você até pediu pra eu não duvidar disso nunca. Sabe o que é? Eu precisava duvidar de você... Pra ver até onde iria pra ver qual o futuro que você planejava “págenti”, mas eu já descobri que aquele Baiano estava bem louco quando ele disse que você me amava tanto assim que nunca iria me deixar, ele tava era bem bêbado quando ele disse que eu era o seu refúgio, e que você só iria embora quando eu quisesse... E você foi sem eu querer, e você já avisou isso pra ele? Aproveita e fala pra ele também que meu coração é bobo, e toda hora ele sente vontade de você, ai eu tento subornar o coitadinho: “olha coração, se você parar de pensar nele, eu te dou um pirulito bem grande e docinho, com o seu formato bobo de coração”.  O coração esquece, não por um período muito grande, depois de umas 3 horas ele quer você de novo, ai eu digo: “coração, larga de ser bobo, vontade é uma coisa que dá e passa, senta aí e espera”... E o bobinho senta e fica esperando, esperando, esperando... Só que o coração repara em gerúndios, e fica pensando, trazendo, estando, testando, esperando, acreditando, falando, sonhando, lembrando, ando, ando, ando, ando. Nando. E eu estou tentANDO mudar minha “metade” por “no fundo do coração”... Então acabe com essa droga de uma vez, Não volte nunca mais pra mim...

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Simples e assim...

Então ela passou o dia todo ansiosa pra chegar a noite, e a noite veio. Junto com ela todo desapego e solidão, os beijos secos, e abraços gelados. O braço passado sob a cintura como um saco de cimento, preso a obrigação de juntar os dois corpos, a cama fria, e a noite  acompanhada porém mais sozinha e  longa da vida dela. Realmente não consigo entender em que parte ela se iludiu achando que poderia ter uma noite de amor, não precisava ser longa, pois longa já fora de solidão  e angustia ao pensar o porquê de cada coisa, mas essas coisas são assim e não tem porque, quem quer ficar junto simplesmente fica.

domingo, 1 de agosto de 2010

Pra você.


Eu queria poder aliviar todas as tuas dores e realizar todos os seus sonhos, queria poder apagar o que te incomoda, e desenhar coisas belas pra você ficar feliz, queria poder garantir um futuro brilhante, com todas as coisas que você deseja e mais um labrador preto, lindo e inteligente pra te acompanhar no cooper todas as manhãs! Queria rodar o mundo de mochila nas costas buscando todas as venturas ao seu lado, queria caçar as borboletas mais raras e colocar dentro do seu estomago, pra você ter toda ansiedade que puder, toda ansiedade de viver. Queria aprender a cozinhar pratos sofisticados pra te conquistar pelo estomago! Queria de verdade poder te dar tudinho o que você deseja, mas como não posso tudo isso. Eu te dou o meu amor tá? É humilde, tímido, louco e estranho. Mas é o que tenho de mais valioso dentro de mim pra você!

Só pra constar!


Este blog existe por desabafo e amizades, não obrigo ninguém a me acessar, o link está aberto a quem quer. Aceito opiniões, sugestões, e críticas o que é muito diferente de agressão. E isso eu não aceito em hipótese alguma. Quer me criticar? Critique, mas com nome e sobrenome. Respeito à opinião alheia, e gostaria que fosse recíproco. Não fui a nenhum blog para difamar, sigo blogs que leio e que gosto, se não gosto não acesso e ponto. Só pra constar eu não sou nenhuma escritora, minha profissão está bem especificada: DESIGNER. E desse blog não sairá nenhum Best Seller. Comentários por Anônimo contendo agressões serão descartados, como de fato foram. Aos de mais, sejam sempre muito bem vindos!

Pra dar uma atualizada!

Aii minhas amigas! Desculpem o chá de sumiço! Estou entrando em uma nova fase, passando a trabalhar em casa, entre outras coisas, está tudo um pouco bagunçado, mas estou colocando a casa em ordem, logo volto a postar normalmente! Já tem texticulo saindo do forno.

Pro pessoal que curte, fui ao Anima Mundi, e foi PERFEITO, não tem outra definição. Foi a minha primeira vez no festival, e eu AMEI. Estou aqui até agora procurando a animação que mais gostei: Mr. Luna é uma animação francesa, muito linda e divertida! Se alguém souber algo sobre, por favor, não esqueça de me avisar!

http://animamundifestival.blogspot.com

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Girassóis são bregas!

Eu sinceramente acho que algumas coisas dentro da moda deveriam ser consideradas como um crime, um exemplo disso são aquelas garotas que tatuam a sobrancelha de preto, mas é um preto tão vagabundo que parece uma mistura de azul e verde com muito, mas muito lodo, mas não importa o quão vagabundo é o preto, pois o crime é tatuar a sobrancelha.Mais crime ainda é quando a atendente do salão diz "sombrancelha!".

Outra coisa que eu particularmente odeio, são roupas de listras principalmente aquelas listras que engordam, sabem? Aquelas bem fininhas e horizontais, mas o que me mata de verdade, são as vendedoras de lojas baratas que dizem "listas", e não listras! Outro crime que eu vejo sempre, são crimes de Avó! Elas sempre colocam uma blusa florida com uma calça fusô mais florida ainda. E aquela blusinha de lã velha jogada por cima como se espantasse o frio?

Outro crime, calça legue com blusinha curta e apertada, isso é crime também! A menos que você tenha o corpo da Dita Von Teese! E aposto que nem ela usaria isso fora de uma academia! Crocs também deveria ser considerado crime. Em casa com uma meia quente no inverno? Ok! Mas... na rua galera? Crime! Galocha também deveria ser crime, a não ser que você seja tão fashion quanto a Marimoon! Eu acho aquelas sandálias estilo gladiador brega! Dito, sandálias gladiador que sobem pelas pernas deveria ser crime também!

Mulheres com decotões e saias curtas nas ruas da cidade deveria ser crime, ainda mais nesses dias em que o frio está de congelar os dedos! Tem um crime relacionado a isso, chama-se atentado ao pudor! Mas ninguém pune mulheres por usar mini saia e decote no frio!

Por fim eu acho que Joelma do Calypso e Lady Gaga deveriam ser presas! Mas preciso admitir, eu amo a Björk! E Nem escrevi esse texto por ter visto vários crimes desse tipo no metrô hoje cedo! IRÔNIA!

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Confidencial a todos nós!

video



Senhoras e senhores, meninos e meninas, e afins... Boa noite!

Quinta feira inicio de 2010, eram quantas mesmo? Duas ali, mais duas do outro lado, mais uma sozinha, mais três la no fundo. Separadas não eram ninguém, só um acumulo de caos e ansiedade,.. Eram casos mal resolvidos, historias bem começadas e mal terminadas, romances breves, contos longos, sorrisos largos e abraços curtos…
Tinham milhões de historias pra contar, pilhas e mais pilhas de amores pra viver, e 4 anos pra acumular e chegar no que se entende por vida apos a faculdade.
Com direito a passar de dias, cada peca de um quebra-cabeça colorido foi se encaixando, uma a uma, como se nunca tivessem sido separadas.
Cada uma com pontas, dobras e curvas, amarelas, vermelhas e castanhas. Se encaixando tomavam formas, sons e cheiros. Formas de sorrisos, de abraços, de ouvidos atentos….Sons de Click de flashes, confissões quase inaudíveis, altas e barulhentas risadas, gargalhas, de chorar de rir… ou de chorar por chorar... Cheiros.. cheiros trazem lembranças… todas cheiravam a Baunilha, cheiro doce de saudade.
O quebra cabeça estava montado ate que uma peca desencaixou e decidiu voltar pra caixinha. Ela vai agora preencher o espaço de coração que ficou faltando em outro quebra cabeça.
No lugar dela não tem peca que encaixe mais, pois isso colocamos no lugar um D de Dai…, D de desculpa , D de duas aulas vagas na sua casa, D de demoro sair no final de semana, D de duas Esfihas de carne por favor , D de deixa pra la, vai passar, …e D de dói, mas a gente entende…
Entende que você precisa ir, mas a vontade de te prender aqui, é maior que o entendimento, e só de pensar que o D também é de distancia, e mais de 700 km de distancia o D vira D de doer, doer demais! D doer de saudades!

Fica o L de lembrança, lembrança de todas as batatas fritas compradas às moedinhas de 1 real, fica o R, da raridade que é se ter amigas como você, fica o B, da beleza de lutar a cada dia por nossos objetivos, fica o C do cuidado que sempre tivemos umas com as outras, fica o P da persistência da idéia de que um dia você volte pra concluir todos os nossos sonhos, fica o J mostrando a jóia que a sua amizade representa pra nós!
Leticia, Raquel, Bruna, Carol, Pamela, Jéssica, Juliane!

Você e parte de um todo só. Vai fazer muita falta!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Os Chatos * Crônica nova*

O Chato nasce chato, e essa é uma situação irreversível, mas quando o chato é o seu chefe não tem muito pra onde fugir, se meu chefe fosse apenas chato, sem ser chefe, com certeza seria o tipo de pessoa que eu nem daria atenção, sabe aquele chato que você vê de longe, e já quer sair correndo só dizendo um oi? O Pior de ter o chefe chato, é ter um chefe chato que te paga muito mal, e mais do que pagar mal, te trata como se você fosse um inútil, quando na real situação o inútil que não sabe digitar uma monografia em documento WORD é ele! O pior de ter um chefe chato, é quando o chato tenta ser engraçado, faz a piada e espera que você entenda, quando na verdade você está tão acostumado com a chatice dele, que você nem imagina que aquele ser humano seria capaz de fazer uma piada! O Chato é sempre inconveniente independente da situação ou da posição social, o chefe chato está sempre próximo, e pior, nos lugares onde ele não deveria estar. Meu chefe é o tipo de pessoa tão chata, mas TÃO chata, que eu nem imagino ele no final de semana em um churrasco rodeado de amigos, afinal os chatos não tem amigos, a menos que eles sejam chatos também! A partir disso fico eu pensando se chatice tem nível, tipo, chato nível 1 ,nível 2, nível 3... por que se fosse assim meu chefe teria nível eterno de chatice! Ou chato por classificação, o Chato Bêbado, sim, porque todo bêbado é chato; Chato DCF, que sempre sabe de tudo; Chato cinéfilo que tem todos os nomes de diretores de cinema decorados, esse chato não faz nada da vida além de ver filmes; O chato simpático... engana bem no começo, mas depois não esconde a chatice; Criança Chata, não tem o que fazer, é o projeto de um chato adulto! O chato sincero (esse é um dos mais chatos) Sempre diz a verdade, não importa a situação, até mesmo quando não precisa! O chato intimo, te viu no maximo duas vezes durante toda sua vida, e faz questão de perguntar como está seu cachorro que morreu a uns dez anos! O chato americanizado, em uma frase usa 3 palavras em inglês, O chato Faustão, que nunca deixa você falar, e por fim o pior de todos, que continua sendo o chato chefe (meu chefe), ainda não tem muito o que fazer porque o dinheiro que entra no meu bolso sai do dele! E não venha me dizer que esta crônica é chata! É lógico que é chata, quem escreve também é, mas sou uma chata eventual, não em tempo integral!

terça-feira, 22 de junho de 2010

TAG - Que blogueira é essa?

Povo do Can can!!! Hoje respondo a minha primeira TAG que a Dançarina de Can can Cris, do Diario Onlyne me enviou!
A tag vai funcionar da seguinte maneira, quem for targueado, manda a tag para + 10 (no máximo) blogueiras que admira:

1 - Qual seu nome ?
Bruna!

2 - Onde vc mora ?
Taboão da Serra \ SP

3 - Quantos anos vc tem e quando é seu aniversário?
21 anos, 24 de janeiro
.

4 - Qual sua altura e qual numero vc calça?
Tenho 1,70 e calço 40. E sapatão é a mãe!

5 - Estado civil ou situação , tem filhos ?
Namorando. Não tenho Filhos, exceto uma gata de estimação adotiva!

6 - Qual sua comida favorita ?
Temaki, meu namorado que o diga!

7 - Qual a sua bebida favorita ?
Coca-cola vale?

8 - Como vc se auto define?
"Inferno de menina" ( Sempre ouço minha Avó dizendo isso.)
Uso alargador, tenho cara de marrenta, mas choro em comerciais de margarina. Sou eu!

9 - Qual o seu sonho ?
Provar pra todo mundo que eu não preciso provar nada pra ninguém.

10 - Qual o seu pior defeito ?
Tenho muitos, mas nao sei qual dos defeitos segura o meu pilar de qualidades! Prós e contras né?

11 - Trabalha atualmente, em que ?
Sim, Leciono informática.

12 - Faz faculdade ou algum curso?
Sim. Publicidade e propaganda

13 - Tem algum bichinho de estimação, qual o nome ?
Sim, Pintcher maluca de 13 anos de idade, e uns bichos adotados por ai!

14 - Qual sua banda , dupla ou cantor [a] favorito?
Preferida? Evergrey... mas tem muito mais além disso, Dream Theater... After Forever, Slayer.

15 - Teu filme , e ator / atriz favorito?
Madagascar serve? hahahaha geralmente durmo em filmes!

16 - Tem saudade de algo, ou alguem?
Meu Padrinho Ari, que há muito se foi... sinto falta da Camila, Isabella... amigas presentes, mas a distancia e o dia-a-dia atrapalham!

17 - Fato que mais marcou sua vida?
A noticia de que minha mãe estava com cancer, e 2 anos depois, a cura quase constatada!

18 - Tem apelidos, quem te chama?
Bru, Buba, meu namorado me chama de Cacau as vezes, por conta do perfume achocolatado que uso.

19 - Com o que você não pode sair de casa sem?
Celular e Chaves!

20 - Qual tua marca de maquiagem favorita?
Nem entendo disso, o que tiver eu uso, isso se tiver com vontade! Quase nunca tenho vontade!

21 - Onde costuma comprar roupas?
Onde dá! rssssss

22 - Você pretende casar?
Suspeito responder, as vezes eu levanto da cama dizendo, ele é o homem da minha vida, eu quero me casar e viver com ele pra sempre, já no outro dia, levanto tendo a mesma certeza que ele é o homem da minha vida, que quero estar sempre com ele, mas não sei se casamento é a solução rss então, não sei!

23 - Você esta apaixonada?
Tem 2 anos! rs

24 - Qual produto que vc não troca de jeito nenhum?
Perfume, pois tenho alergia! rs

25 - Diga 1 dica, truque ou produto que descobriu na internet:
Não costumo ver produtos pela net! Vale tenis? Um DC rebound roxo, que está no meu pé agorinha!

26 - Diga 2 produtos [área da beleza] que vc quer, mas ainda não comprou:
Sempre quis Blush, e um batom beeeeeeeeem vermelho, mas nunca comprei e nem sei usar! rs

27 - Porque decidiu criar um blog?
Aaaah confere no menu do blog no link: Essa história toda

28 - Coloque uma foto sua que vc mais goste :



Agora as dançarinas de can can que indico são:
Raquel Parrilla - A fila (des)anda : http://afiladesanda.blogspot.com/
Camila Moreno - Boneca : http://bonekahmelie.blogspot.com/

Santa News – Entrevista com Glauber Oliveira!

Um breve post só pra sair da rotina dos textos. Coloquei mais um link ali do ladinho... é o meu Tumblr, que é onde posto coisas legais que acho na net, roupinhas que eu estou muito afim de ganhar (ganhar... entenderam a piadinha?).

Hoje em especial estou passando pro blog, uma entrevista que fiz com Glauber Oliveira da banda Pernanbucana Caravellus! Mesmo quem não curte metal, fica a dica! É um som muito interessante!


BH: Sabemos que a banda está na estrada desde 2002... O que mudou de 2002 pra 2010?

Glauber Oliveira - Guitarra

Glauber Oliveira: Muita coisa mudou! Quando fundei o Caravellus em 2002, era para ser um projeto de Studio. Gravamos um demo-single (“Reaching The Sky”) e em seguida um CD demo chamado (“Across The Oceans”) que nos deu gás pra encarar as gravações de um debut álbum (intitulado “Lighthouse and Shed”). A partir daí os planos começaram a ficar mais ambiciosos e começamos a encarar as coisas realmente de forma profissional. Nesse período a banda sofreu várias mudanças em sua formação, até que em 2007 foi configurado o “line-up” que vigora até hoje.
Para 2010, estamos com força total! Novo álbum, shows, videoclipe e certos que muita coisa boa vai acontecer!



BH: Vocês têm sido considerados uma banda promissora, e sem duvida muito original. Conte-nos então sobre a repercussão do Primeiro álbum "Lighthouse and Shed".

Glauber Oliveira: O “Lighthouse and Shed” foi um disco muito importante para o Caravellus. Foi o material que nos projetou pro mundo. O disco foi distribuído no Brasil, Estados Unidos, França, Bélgica, Holanda, Grécia e Japão. Na França, ficamos entre os 5 melhores lançamentos de 2007 e no Japão, chegamos perto de 1.000 cópias vendidas.



BH: Seria muito difícil fazer uma comparação entre o "Lighthouse and Shed" e o “Knowledge Machine” ?

Glauber Oliveira: A Água e o Vinho.
O “Lighthouse and Shed” traz o Caravellus mais Power metal, repleto de elementos sinfônicos e com uma mulher nos vocais. Um disco mais direto.
No “Knowledge Machine”, o Caravellus alcança outro patamar. Nós conseguimos criar algo realmente novo e diferente. Uma sonoridade própria e original, regado a muita técnica. Estamos orgulhosos!
Neste álbum conseguimos uma qualidade de produção de padrão internacional. Falando em internacional...temos duas participações internacionais no “Knowledge Machine”: o italiano, Dario Grillo(ex-Thy Majestie/ Violet Sun) e a romena, Ana Mladinovici(Magica).
A masterização do “Knowledge Machine” foi feita por Phillip Colodetti (Kamelot, Edguy, Rhapsody of Fire, Epica...), em Miami, Estados Unidos.

BH: Matem um pouco da nossa curiosidade sobre o “Knowledge Machine”. Quais as principais influencias da banda pro novo CD?

Glauber Oliveira: O “Knowledge Machine” é um disco que traz o peso do heavy metal e influências do rock progressivo (Rush, Gentle Giant, Camel, Pedragon, Pink Floyd, Toto e Genesis), juntamente com: jazz, funk e ritmos pernambucanos, como: Frevo, Caboclinho, Maracatu e baião.

BH: Como vocês fazem ao vivo para reproduzir tudo o que há nos CDs?
Glauber Oliveira: Temos todo o cuidado na questão do som! Sempre procuramos levar nosso técnico de palco e P.A. Como as músicas são bem técnicas é necessário um cuidado especial e dobrado quanto a questão do “retorno” em palco pra que tudo soe perfeito. Em termos de equipamento, tudo que usamos nas gravações colocaremos nos palcos...principalmente no quesito sintetizadores.

BH: Quais são os planos da banda para este fim de ano? Alguma Tour já programada?
Glauber Oliveira: Em julho/2010, será o lançamento mundial do “Knowledge Machine”. Pretendemos a partir de agosto/2010, iniciar nossa tour nacional de lançamento do álbum e divulgar o disco até o fim do ano.
Em 2011, estaremos fazendo nossa tour européia.

BH: Qual a sensação em saber que o trabalho de vocês é bem aceito em países como Japão e França? ( Afinal os japoneses são os fãs mais assíduos e mais difíceis de serem conquistados!)

Glauber Oliveira: Isso é motivo de muita satisfação pra nós...motivo de orgulho! Essa é uma relação construída desde o “Lighthouse and Shed”. Pra se ter idéia... antes do lançamento do “Knowledge Machine”...já tínhamos a distribuição, no Japão e França, fechada. Nas condições atuais de mercado...isso é uma honra para poucos. Eu acho que o “Knowledge Machine”, além de sacramentar e fortificar essa relação de carinho que os fãs franceses e japoneses tem pela nossa música, conquistará outros mais.

BH: Fuçando no Facebook descobri que vocês já estão tirando do forno o vídeo clip de "Corsairs In Black" Já podem nos contar mais sobre?

Glauber Oliveira: Sim. No fim de maio/2010, gravamos o nosso videoclipe da música “Corsairs In Black”. O clipe contou com uma pré-produção de 45 dias e mais de 15 profissionais envolvidos, além de equipamentos de ponta. O videoclipe será lançado juntamente com a chegada do álbum “Knowledge Machine”, aqui no Brasil. Provavelmente, em julho/2010.



BH: Agradeço pela entrevista, e deixo aqui um espaço pra você! Obrigada!
Glauber Oliveira: Gostaria de agradecer a oportunidade aos amigos do Metal Lost, em especial a Bruna, e convidar todos a ouvirem o novo álbum do Caravellus, KNOWLEDGE MACHINE. Abraço a todos os “Corsários”! Que venha a Máquina do Conhecimento.

Site Oficial da banda: www.caravellus.net

Confira a entrevista na integra!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Mulherzinha de fases


Nem sei como começar esse textículo! Ainda estou em choque, e de veras, bem emocionada!
Estava a vagar pela net na hora do almocinho santo, e me deu uma vontade desesperadora de ouvir HIM, em especial a musica Beautiful, era a música que eu escutava na adolescência, enquanto tinha meus amores platônicos! E fui atrás da dita cuja no youtube, quando lembrei de um apelido que ganhei dos meus amigos de anos atrás, muitos deles que já quase não tenho contato, o tal apelido? Héphyra! Fui ao santo Google, e o digitei... Vi um endereço de um flogão, de repente passou um filme imenso da minha vida aqui na telinha do PC!

Descobri que meus pensamentos não estavam errados quando eu era adolescente, hoje são os mesmos pensamentos, com uma dose de maturidade e experiência, a diferença é que sou muito maleável, mas sinto falta da garota 8 ou 800 que eu era, firme decidida, e dura!

E não, eu não tenho vergonha de expor o que eu era antes, pois sem isso não seria o que sou hoje, não vou falar muito...então confere aí! http://www.flogao.com.br/hephyra/

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Goiaba.

Ela é como goiaba, feinha e desinteressante por fora, tem até uma cor bonitinha, mas por dentro o gosto é tão medíocre que se enjoa com apenas duas mordidas, é mole e cheia de caroços chatos e duros que mal se dá pra mastigar e engolir, além da fruta dar em qualquer terreno baldio e sujo. O bom mesmo é ser como uma pitaya, Lindamente exóticas por fora, raríssimas, pois só nascemos em clima tropical e em solo setelo, Por dentro um sabor viciante, caroçinhos crocantes e nutritivos! Caríssimas, consumida apenas por quem tem um paladar refinado, a qual uma goiaba não satisfaz!